domingo, 15 de fevereiro de 2009

Fecha-se na interrogação.

E se eu te perguntasse sobre os medos que você esconde do mundo? Se eu dissesse que debaixo da cama não tem nenhum monstro além dos que você convidar para entrar, você acreditaria nisso, ou precisaria olhar mais uma vez para garantir?
Se eu comentasse a respeito das dores que o mundo sofre, você seria capaz de sofrer junto? Se eu escrevesse sobre a fome, sobre a miséria, você se sentiria desconfortável dentro da sua vida segura e previsível?
Se eu ouvisse a nossa música e te falasse que cansei das notas que ela toca, você diria que também cansou de nós, ou tentaria me convencer a continuar ouvindo o mesmo refrão?
Se uma lâmpada mágica surgisse à sua frente, você a esfregaria?
Se seus sonhos se realizassem todos, você estaria satisfeito pela eternidade ou apenas por algumas semanas? Se os ponteiros do relógio passassem a fazer o percurso inverso, o que você tentaria modificar? Se seu passado fosse alterado, onde você estaria agora?
Se suas escolhas fossem pautadas por regras, você sentaria no chão do quarto para procurar sua espontaneidade, ou deixaria que ela fosse embora?
Se fosse preciso ter respostas para tudo, você faria novas perguntas? Se pudesse decidir, você desejaria ser imortal, ou adormecer definitivamente? Se você descobrisse um universo paralelo, teria coragem de entrar nele, ou sentiria-se preso aquele em que está?
Algumas coisas esperam incansavelmente por respostas, mesmo as perguntas que nos proibimos de fazer.

16 comentários:

  1. Larissa, querida, obrigada viu.
    de coração.. adorei o comentario.
    e adorei o seu post aqui também, parece que a cada paragrafo, eu via uma música tocando na minha cabeça, muito foda
    adorei mesmo, e precisando também estou aqui!

    beijos, e ótima semana!

    ResponderExcluir
  2. Oi...vou começar a acompanhar seu blog, achei muito lindo.
    Esse post é maravilhoso, gostei muitíssimo dele.
    bjos

    ResponderExcluir
  3. hoje estou encontrando textos maravilhosos como esse seu.
    cada pergunta de fazer pensar, cada reflexão que você me fez ter, lindo texto, parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Larissa, moça de um belo nome. Tu és filosofa! Perfeito! Isso é muito bom. Só acrescentaria que as respostas existem, mas talvez as questões estejam sendo vistas de um ângulo menos favorável. Posso lhe enviar uma pergunta?

    Ótima semana. Abraço,

    R.Vinicius

    ResponderExcluir
  5. Desejo a você, muuuuito sucesso esse ano. Eu amei seu blog, esta tudo muito lindo, perfeito.
    Vou acompanhar todos os divs. bjoooss

    ResponderExcluir
  6. ...
    tudo que vc escreveu é verdade, desculpe a falta de palavras mas é que sinceramente não sei o que escrever, esse texto me deixou sem palavras :D beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto, nem sei o que dizer. Acho que muitas vezes queremos saber a resposta de todas as nossas perguntas, mas se tivéssemos a oportunidade de saber tudo, nossa vida não teria a mesma graça.

    ResponderExcluir
  8. maravilhoso post, gostei mesmo....
    se qzr depois de uma passda no meu...e veja

    ResponderExcluir
  9. Não fugir das perguntas ... não acreditar nas respostas ... amar-se para poder amar outros ... viver !

    ResponderExcluir
  10. Larissa, amei o post, tem algumas perguntas que nós mesmos nos proíbimos de responder... adoro seus posts...
    beijoo

    ResponderExcluir
  11. Mas são essas perguntas que nos movem!
    E nós temos um desejo tão grande de totalidade, são 1000000 de perguntas, se eu conseguir a resposta de 999999 ainda não estarei sastisfeita!
    Eu quero uma resposta que diga tudo. Mas todos acreditam que ela seja impossível...

    Um beeijo!

    ResponderExcluir
  12. Às vezes a gente tem que se conformar com isso: nem tudo na vida tem resposta ou elas nem sempre aparecem na hora que queremos.
    Abraço,
    Helen

    ResponderExcluir
  13. Oiii... amo ler o seu blog (ele é simplesmente lindo e intenso), criei o selo 'Literatura é arte!' e te presenteei.

    Vá no meu blog (http://amorfilosofoamor.blogspot.com/2009/02/valor-quem-merece.html)para pegar o selo e ver as regras de recebimento.

    Bjoss

    ResponderExcluir
  14. Que falta me faz não ter tido Filosofia no currículo do Ensino Médio, que no meu tempo era Segundo Grau.
    Que estrago fez o Regime Militar, que irresponsabilidade do Jânio Quadros ao renunciar.
    Parabéns pelas ideias de cerne.
    Mas não se perca nos Mundos Paralelos do Giordano Bruno(?) rsrs

    ResponderExcluir
  15. Os felizes nunca questionam sobre ser feliz.

    ResponderExcluir
  16. Oooi, tem um meme pra você no meu blog :DD
    beijão!

    ResponderExcluir